Usinas de cana da Delta devem encerrar a safra com moagem de 9,9 milhões de toneladas

As três usinas de cana-de-açúcar da companhia Delta Sucroenergia deverão encerrar a safra 2017/18 com moagem de 9,9 milhões de toneladas da matéria-prima do açúcar.

A moagem estimada está 1,5 milhão de toneladas abaixo da capacidade instalada das três usinas de cana-de-açúcar da Delta, de 11,4 milhões de toneladas.

As informações são de Renato Magnino Passaglia, gerente industrial da Delta, durante apresentação na manhã desta quinta-feira (26/10) no evento Usina do Conhecimento, promovido pela Sociedade de Técnicos Açucareiros e Alcooleiros do Brasil (STAB) em Ribeirão Preto (SP).

Conforme Passaglia, a produção de açúcar das três unidades da Delta na 17/18 deve ficar em 17,8 milhões de sacas (a capacidade instalada é de 19,3 milhões de sacas).

Já a produção de etanol chegará a 272 mil metros cúbicos, diante uma capacidade instalada de 307 mil metros cúbicos.

A cogeração, informou o gerente, deve alcançar 510 gigawatts-hora (GWh).

Maior

As três unidades processadoras da Delta Sucroenergia estão localizadas no Triangulo Mineiro. “A proximidade facilita a operação das unidades”, disse Passaglia durante sua apresentação no evento da Stab.

Das três unidades, o gerente industrial relatou que a Delta, matriz do grupo, localizada no município de Delta, deverá moer 4,2 milhões de toneladas na 17/18, mas tem capacidade para moer 5 milhões de toneladas.

Já a unidade Volta Grande, no município de Conceição das Alagoas, deverá chegar a 4,6 milhões de toneladas, ante uma capacidade instalada de 5,2 milhões de toneladas.

A terceira unidade da Delta Sucroenergia, a Conquista, no município de Conquista, deverá encerrar a temporada 17/18 com moagem de 1 milhão de toneladas.

(Fonte: Jornal Cana – 26/10/17)

 

Relacionadas