Medida fomenta a venda de veículos híbridos

De autoria do deputado federal Arnaldo Jardim, a Medida Provisória (MP) nº 843, de 5 de julho de 2018, foi aprovada em Plenário nesta quarta-feira, 7 de novembro, fomentando a comercialização de carros híbridos. A Medida prevê a redução de no mínimo três pontos percentuais na alíquota do Imposto sobre Produtos Industrializados (IPI) destes carros em relação aos veículos convencionais.

De acordo com o deputado, essa desoneração dará atratividade para investimentos nacionais no desenvolvimento de tecnologias automotivas voltadas para os motores que aceitem o etanol como combustível, ao invés da simples apropriação de tecnologias puramente à gasolina desenvolvidas para a realidade dos motores europeus e americanos.

"Essa medida garante a valorização do nosso etanol, o nosso combustível amigo da natureza, verde e amarelo. Nós estamos com essa medida tratando o cenário da indústria automobilística do futuro, estamos falando dos carros híbridos que virão", destaca Arnaldo Jardim.

Os deputados já aprovaram o projeto de lei que cria o Rota 2030, um novo regime tributário para as montadoras de veículos no Brasil com a contrapartida de investimentos em pesquisa e desenvolvimento de produtos e tecnologias. A medida se insere neste regime garantindo fomento aos combustíveis renováveis

Fonte: Assessoria Comunicação -

 

Relacionadas