Cade aprova venda de usina da Biosev para Grupo Olho D’Água

Após negociar a Usina Giasa, em Pedras de Fogo (PB), por R$ 70 milhões, a Biosev obteve um parecer favorável do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), que aprovou a venda. A compradora é a M&N Participações, controlada pelo Grupo Olho D’Água.

Segundo o Valor Econômico, a superintendência-geral do Cade analisou o caso em âmbito nacional e regional. De acordo com relatório do órgão, as atividades da Giasa envolvem “sobreposição horizontal nos mercados de plantação de cana-de-açúcar, de produção de etanol, e de geração e comercialização de energia elétrica”.

Como o Grupo Olho D’Água está em Pernambuco e no Piauí, o Cade afirmou que a participação das empresas nos mesmos mercados é inferior a 10% na economia. “Conclui-se que a presente operação não acarreta prejuízos ao ambiente concorrencial”, informou o procurador Alexandre Cordeiro Macedo.

Essa foi a segunda venda de usina realizada pela Biosev nos últimos meses. Em setembro, a companhia vendeu a Usina Estivas, em Arês (RN), para a Pipa Agroindustrial. O valor do negócio foi de R$ 203,6 milhões.

A expectativa é que novas vendas sejam anunciadas, pois a Biosev contratou o banco holandês Rabobank para “explorar as oportunidades envolvendo suas nove unidades de produção no centro-sul do Brasil”, conforme fonte ouvida pela Reuters, que pediu para não ser identificada. “Eles estão abertos a vender qualquer coisa, dependendo da proposta”.

Com informações do Valor Econômico e da Reuters

Novacana – 06/12/18

 

Relacionadas