Demanda por executivos do setor de energias renováveis cresce 35% no primeiro semestre

A busca por executivos no setor de energias renováveis no Brasil cresceu 35% no primeiro semestre de 2020 em relação ao mesmo período do ano anterior, segundos dados da Michael Page, dedicada ao setor de recursos humanos. A consultoria indica que a pandemia da covid-19 intensificou investimentos em sustentabilidade.

Entre os cargos identificados com maior aumento de demanda por profissionais estão as posições de gerentes de projetos e de organizações e métodos. Este último, dedicado à gestão das operações e manutenção dos ativos de geração de energia renovável.

A Michael Page avalia que existe um grande número de trabalhadores com experiência de atuação em grandes obras migrando para projetos de energias renováveis, que tornam-se menos complexos ao longo dos anos. E, enquanto o crescimento de investimentos em energia renovável permanecer entre as empresas, com foco na construção de novos ativos de geração, os profissionais de gestão de projetos serão demandados para colocar de pé esses empreendimentos.

Guilherme Filgueiras, gerente executivo da Michael Page no Brasil, afirma que o foco em energias renováveis pelas empresas reduz custos empresariais fixos em até 80%. "As energias limpas são importantes para investirmos em uma retomada econômica sustentável e as empresas já estão atentas a isto", diz ele.

Já para a posição de diretor de organizações e métodos, o conhecimento técnico sobre maquinários específicos do setor, como aerogeradores, módulos solares e trackers, é o diferencial.

 

Fonte: Epbr - 15/10

 

Relacionadas