Desastre global: pior cenário de mudança climática se torna ainda mais grave

Cientistas dos EUA estudaram o crescimento econômico a longo prazo e suas repercussões, e descobriram que o cenário mais triste que existe hoje para a mudança climática poderia ser pior do que se pensava antes, relata a New Scientist.

O estudo publicado na revista Proceedings of the National Academy of Sciences (PNAS, na sigla em inglês), analisa possíveis danos futuros que podem ser causados pelo desenvolvimento da economia do mundo. Segundo os especialistas, há uma probabilidade de que, considerando o desenvolvimento econômico em perspectiva, as emissões de gases do efeito estufa excedam os níveis que antes eram classificados como o pior caso possível.

Em particular, os pesquisadores detalham em seu estudo quatro possíveis cenários futuros de mudanças climáticas devido à contaminação do planeta, chamado de RCP (Representative concentration pathway). Por enquanto, o cenário RCP8.5 é considerado o pior possível e inclui um rápido desenvolvimento da economia sem restrições e a queima de combustíveis fósseis.

De acordo com os resultados da pesquisa, existe uma probabilidade de 35% de que no ano 2100 a concentração das emissões exceda os parâmetros do cenário RCP8.5. Portanto, especialistas argumentam que a política climática deva ser uma das questões mais importantes nos próximos anos para evitar um desastre climático global.

Fonte: Sputnik News – 12/06/2018

 

Relacionadas