Distribuidora de combustíveis planeja expansão em Minas Gerais

A pernambucana Total Combustíveis tem planos audaciosos para Minas Gerais. A distribuidora, que já atua no Triângulo Mineiro, em cidades como Uberaba e Uberlândia, e na Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH), quer agora alçar novos voos e expandir suas operações para outros municípios do Estado. As informações são do diretor de Logística da empresa, Roberto Soares.

Embora não revele maiores detalhes, em função do plano estratégico de expansão da distribuidora, o diretor informou que até o final deste exercício a Total estará presente em outras cidades de Minas. Segundo ele, tamanha aposta se deve ao potencial do mercado mineiro.

“Estamos falando do segundo maior mercado consumidor de combustíveis do País. Neste quesito, Minas Gerais só perde para São Paulo. Por isso, estamos expandindo nossas bases de distribuição no Estado”, contou.

Além de Minas Gerais, a empresa que começou a operar em 1996 no Complexo Industrial e Portuário de Suape, em Pernambuco, hoje atua também em Alagoas, Bahia, Ceará, Espírito Santo, Goiás, Maranhão, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Rio Grande do Norte, Sergipe, Tocantins, além do Distrito Federal.

Outra novidade para este exercício é a chegada das operações da companhia em São Paulo, por meio da aquisição de um espaço de armazenagem em Paulínea, no interior do estado. A aposta é que estes investimentos permitam com que a empresa mantenha o ritmo de crescimento na ordem de 10% também neste exercício, mesmo diante do cenário de crise.

Neste sentido, o sócio-fundador da Diagma Consultoria em Supply Chain, que presta serviços para a Total, Aurelien Jacomy, ressaltou que os investimentos na gestão de processos e o desenvolvimento de uma área interna de Supply Chain na empresa também têm sido fundamentais para a manutenção do crescimento dos negócios.

“Fomos contratados com o objetivo de melhorar a gestão operacional e reduzir custos logísticos e transporte da Total. Uma empresa precisa crescer com responsabilidade e essa foi a preocupação deles, já que querem crescer de forma sustentável”, justificou.

Com a expansão da empresa, a consultoria francesa que atua no Brasil desde 2012 identificou a necessidade de implementar processos de gestão do abastecimento, como previsão de demanda, gestão de pricing e melhoria nos processos de planejamento de vendas e operações, por exemplo.

Participação - A Total possui o título de quarta maior distribuidora de combustível do Brasil e fatura atualmente valores que ultrapassam R$ 5 bilhões por ano. A empresa trabalha com mais de 150 pontos franqueados que atendem 2.300 postos, espalhados por 14 estados brasileiros.

Além de monitoramento de amostragem, análises qualitativas de produtos e acompanhamento do descarte de materiais, a Total Combustíveis oferece aos clientes seguro para transporte das cargas, um centro de atendimento aos clientes com atendimento via redes sociais e um reconhecido programa de responsabilidade ambiental.

(Fonte: Diário do Comércio – 11/08/17)

 

Relacionadas