Mercosul e União Europeia trocam propostas para acordo de comércio

O Mercosul e a União Europeia (UE) trocaram, nesta terça-feira, em Bruxelas, suas propostas para o acordo de comércio entre os dois blocos. Conforme esperado, o grande ponto polêmico das negociações, as cotas de carne e etanol que poderão entrar nos países europeus, foi deixado de fora.

O assunto só deve ser tratado em nível ministerial em Buenos Aires durante a 11ª Reunião Ministerial da Organização Mundial do Comércio (OMC), que ocorre na semana que vem. Como contrapartida, o Mercosul também deixou alguns pontos da negociação para serem tratados apenas na capital argentina.

Em um primeiro momento, as propostas foram trocadas e ambas as partes explicaram as linhas gerais do que propuseram. Segundo uma fonte envolvida nas negociações, não houve surpresas. Novas reuniões acontecerão em Buenos Aires, onde há uma expectativa de que o acordo seja fechado.

“Os recados vinham sendo dados. O fato de que não haveria carne e etanol agora tinha sido indicado e explicado até com certa insistência pelo lado europeu. O Mercosul sempre demonstrou uma preocupação com isso, mas todo mundo aqui é realista. Não posso forçar alguém a fazer algo que ele não está preparado. Nós nos adaptamos ao modelo da Europa. Houve uma compreensão do lado europeu que algumas coisas que eles queriam também não estariam na proposta de hoje”, disse.

A última oferta em relação ao assunto feita pela União Europeia ficou muito abaixo do esperado pelos países sul-americanos. Eles se propuseram a importar, anualmente, 70 mil toneladas de carne e 600 mil toneladas de etanol. A expectativa era que, no mínimo, houvesse uma melhora em relação ao que foi ofertado em 2004: 100 mil toneladas de carne e 1 milhão de toneladas de etanol.

Fonte: O Globo – 06/12/17

 

Relacionadas