Uberaba passa a contar com Pelotão Especializado em Emergências Ambientais e Resposta a Desastres

8º Batalhão de Bombeiros Militar (8º BBM), em Uberaba, agora passa a contar com um Pelotão de Emergências Ambientais e Resposta a Desastre (Pemad). A resolução de criação do Pemad foi assinada pelo coronel BM Cláudio Roberto de Souza, comandante-geral do Corpo de Bombeiros Militar de Minas Gerais, e publicada na última quinta-feira (5).

Conforme divulgado pela assessoria do Corpo de Bombeiros, o Pemad vai ficar responsável pela prevenção e o atendimento das ocorrências de emergências ambientais, desastres, incêndios florestais e urbanos, emergências com produtos químicos, atividades de busca e salvamento e ações de proteção e defesa civil na região do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba.

O pelotão é composto por militares que nos últimos dois anos passaram por treinamento específico nos cursos de busca e resgate em estruturas colapsadas; operações em desastre; salvamento em soterramentos, enchentes e inundações; salvamento veicular; salvamento em altura; mergulho autônomo e salvamento aquático; combate a incêndio urbano e sistema de comando em operações.

Nos cursos, também foram adotadas doutrinas internacionais habilitando os militares para atendimento em qualquer parte do mundo.

Os militares vão utilizar fardamento alaranjado neste caso, considerado como Equipamento de Proteção Individual (EPI), exclusivamente nos atendimentos operacionais, treinamentos, cursos e/ou atividades designadas pelo Comando do 8º BBM/2º Comando Operacional de Bombeiros.

Agora, com a criação do pelotão, as operações do Grupamento de Busca, Resgate e Salvamento com Cães (Gbresc) do 8º BBM estarão vinculadas ao Pemad para ampliar, ainda mais, a capacidade de resposta e atendimento as emergências na região.

Uberaba é a terceira cidade do estado a receber um Pemad, implantado até agora apenas em Belo Horizonte e Juiz de Fora. O pelotão funcionará no Centro de Treinamentos da Unidade, local que permite um treinamento contínuo dos militares para atendimento dessas ocorrências.

(Fonte: G1 – 11/10/17)

 

Relacionadas