Notícias

Rumo à sustentabilidade: Mário Campos, da Bioenergia Brasil, adianta discussões do GAF 2024

03 de Abril de 2024

Notícias

Em uma entrevista exclusiva para o Canal Rural, o presidente da Bioenergia Brasil, Mário Campos, discutiu os principais temas do setor agropecuário, em preparação para o Global Agribusiness Forum 2024 (GAF), que será realizado no Allianz Parque, em São Paulo, nos dias 27 e 28 de junho.

O programa Canal Rural Entrevista destacou a relevância do evento, que abordará questões cruciais como sustentabilidade, novas tecnologias e mudanças climáticas.

Durante a conversa com o diretor de Eventos e Comunicação da Datagro, Luiz Felipe Nastari, Mário Campos ofereceu um panorama abrangente do setor de bioenergia no Brasil, enfatizando sua importância na economia. Ele destacou a posição de liderança do país na produção de etanol, açúcar, bioeletricidade e biometano, ressaltando como esses setores geram empregos e contribuem para o desenvolvimento econômico do Brasil.

Uma das ênfases da entrevista foi o papel do etanol na matriz de transporte brasileira. Com cerca de 85% da frota nacional de veículos sendo flexfuel, Mário Campos explicou como o etanol desempenha um papel essencial na descarbonização e na melhoria da qualidade do ar nas grandes cidades brasileiras.

O programa também abordou o Combustível do Futuro, um programa estratégico que visa preparar o Brasil para os desafios futuros dos biocombustíveis. Mário Campos falou sobre os diferentes aspectos do programa, incluindo a mistura de etanol na gasolina, o desenvolvimento de biocombustíveis para aviação e outras medidas de descarbonização.

A entrevista ressaltou o papel de liderança do Brasil no setor de bioenergia e seu impacto global, influenciando outros países a adotar políticas semelhantes. Mário Campos mencionou como países como Índia e Paraguai têm seguido o exemplo brasileiro, aumentando as misturas de etanol em seus combustíveis.

Campos é otimista em relação ao futuro da bioenergia no Brasil e sua contribuição para a transição energética global.

Fonte: Canal Rural - 03/04/2024

Veja também